ALEH Blog

Blog do Alessandro Andrade. Magrinho, Engenheiro e toca violão.

Category: Ensino

A carreira do Engenheiro e como chegar ao nível 8


Para os que não sabiam ainda, eu sou engenheiro. Formado em Engenharia Elétrica, para ser mais específico.

Engenharia-elétrica

Sempre houve uma polêmica danada desde que eu entrei no curso sobre qual seria o nome correto do profissional deste curso, se “Engenheiro Elétrico“, que alguns professores alegavam ser um mal engenheiro que estivesse conduzindo corrente elétrica indevidamente, tornando-se assim, elétrico (a piada é infame, eu sei) ou “Engenheiro Eletricista” que agrada mais aos gramáticos e admiradores do português bem dizido e escrivinhado (Nota aos chatos: sim, eu escrevi isso de propósito. O nome disso é piada). Este último título inclusive é o citado na Wikipedia.

Mas apesar de todo o meu gosto pela informática e coisas internéticas, gosto muito do meu curso pois me proporcionou a oportunidade de ter um emprego, comprar minhas coisinhas e casar com uma mulher gata. Afinal de contas, como já dito aqui em nosso blog, o nerd de hoje deve ser o cara rico de amanhã e isso, ninguém pode nos tomar!

Muito se fala que a Engenharia é uma carreira em Y na qual você deve escolher a área administrativa ou a área técnica para se especializar e prosseguir sem enlouquecer. Na verdade, a escolha de um dos braços da letra ípsilon não te garante a sanidade perpétua. Pra ser sincero, escolher a área de Engenharia inclui em seus pré-requisitos a disponibilidade para convivência com seres humanos nada normais.

No entanto, venho trazer um texto muito esclarecedor, direto do túnel do tempo das interwebs (da minha primeira “home page” no HpG que surpreendentemente ainda  infelizmente não está mais no ar com seu iframe e tudo) para você que talvez esteja querendo se decidir por esta bela e árdua profissão.

Bastante atenção preste, nobre gafanhoto. Algumas informações estão com valores de 2003, mas não mudou muita coisa não. Leia mais…


QR Code

Como cuidar e como não cuidar do seu bebê


Agora que sou papai do Davi Alexandre há 4 meses e já estou acostumado à rotina de trocas de fraldas e mamadas, já posso dizer com uma certa propriedade que tenho um pouco de experiência para dar dicas a outros papais e mamães de primeira viagem.

Para começar, quero mostrar essas placas orientativas que podem ser bem úteis para os papais que estiverem passando por um aperto na hora de executar as tarefas cotidianas da criação de um bebê.

Veja abaixo o que fazer e o que não se deve fazer com um bebê (clique para ver em tamanho maior):

Dica do Rodrigo, que também vai ser papai, via Plano Beta.


QR Code

Amigos da Escola lança programa “Quero Ser Voluntário!”


O Projeto Amigos da Escola criou uma nova ferramenta para orientar a quem deseja ser voluntário. O programa “Quero Ser Voluntário!” aborda, de forma interativa, conceito, exemplos de práticas bem sucedidas, exercícios, reflexões e dicas de leitura com o objetivo de capacitar voluntários e, ainda, apoiar a gestão das escolas para aprimorar o conhecimento de seus colaboradores. A ferramenta funciona como um autoestudo – permitindo que os interessados aprendam a didática do trabalho voluntário de maneira independente.

O “Quero Ser Voluntário!” consiste em cinco módulos: o que é ser voluntário; como o voluntário ajuda na educação; quem pode oferecer este tipo de apoio; como desenvolver projetos; e em que áreas o voluntário pode ajudar. Escolas de todo o Brasil cadastradas no Projeto Amigos da Escola receberão o material impresso para apoio no treinamento de seus voluntários. Leia mais…


QR Code

A Presidente ou A Presidenta?


Antes e depois da posse de Dilma Roussef como a nova president… é… no cargo máximo da Presidência da República Federativa do Brasil, surgiu a polêmica sobre qual seria a forma correta de nomear a recém eleita candidata petista: ela é a nossa presidentE ou presidentA?

Fonte da foto: Gazeta do Povo

Para tirar as dúvidas e esclarecer o assunto, o twitter @novohouaiss, mantido pela Editora Objetiva e de acordo com o Novo Dicionário Houaiss, utilizou o serviço TwitLonger para extrapolar os 140 caracteres e trazer uma explicação gramática mais completa sobre a flexão de gênero de algumas palavras, entre elas “presidente”:

Agora, tudo de uma vez só, como vocês pediram, sobre a polêmica presidente/presidenta.

As regras de correção de uma língua não são resolvidas por nenhuma instituição ou grupo de gramáticos. O que estes fazem é observar, nos bons escritores, os empregos que se fazem da língua e estabelecer com isso as regras. Nada impediria que as pessoas utilizassem femininos como atendentas, pedintas etc., mas o fato é que não se registra tal coisa na língua. Leia mais…


QR Code

© 2008 - 2017. ALEH Blog

Theme by Anders NorenUp ↑

Licença Creative Commons
ALEH Blog de Alessandro Andrade está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://www.aleh.com.br.